sábado, 25 de fevereiro de 2012

A arte de abandonar

foto google

 
Saber desistir. 
 
Abandonar ou não abandonar
 
esta é muitas vezes a questão para um jogador. 
 
 
A arte de abandonar não é ensinada a ninguém. 
 
E está longe de ser rara a situação angustiosa em que devo decidir se há algum sentido em prosseguir jogando. 
 
 
Serei capaz de abandonar nobremente? 
 
 
Ou sou daqueles que prosseguem teimosamente 
esperando que aconteça alguma coisa?


 
Clarice Lispector - Um Sopro de Vida

13 comentários:

  1. quando agarro algo, não é para abandonar é sim seguir em frente até ter o ponto final, nada de virgulas...
    mais muitas das coisas as vezes da vontade de abandonar...mais prossigo, firme e forte...

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, minha filha fez doutorado em clarice...
    Acho que sempre consegui sair bem, mas queria ter a percepção de saber a momento certo!
    Bom final de semana
    Beijos coloridos!

    ResponderExcluir
  3. Teve uma cena assim no filme A Dama de Ferro, sobre Margaret Tatcher, que vi nesta semana. Sobre a arte de saber deixar para trás aquilo que a gente nao pode carregar. Eu adorei!

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Sandrinha, eu insisto e persisto, mas chega determinada hora, que chega o desapego. Acho que desisto até fácil, mas vou vivendo.
    Um grande fim de semana, bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sandra...

    Obrigada por seu comentário no meu blog.

    É uma decisão difícil abandonar, principalmente qdo colocamos todas as nossas fichas e esperanças em algo que não está dando certo.
    Mas é muito bom ter a oportunidade de recomeçar sempre, do zero, um passo de cada vez, e deixar pra trás o que já está morto ou que não faz mais parte da nossa vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Lindo post!

    A riqueza da vida é de nos oferecer reticências, além dos pontos finais...

    Um abç!

    ResponderExcluir
  7. Olá Sandra.
    Gostei muito do texto. Não é fácil saber sair na hora certa. A maior parte das vezes, por medo ou comodismo a atitude tomada é esperar que as coisas modifiquem. Mas provavelmente so haverá melhorias se formos nos a mudar.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Adorei o seu cantinho. Sou da Equipe das Blogueiras Unidas e meu número é o 1644.
    Já estou seguindo você. Se puderem dar uma ajuda para o blog, eu agradeço... BJs...
    Elimar
    Alquimia dos Romances

    http://www.alquimiadosromances.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Sandra,
    Vim conhecer seu cantinho e adorei tudo que vi por aqui. Vi seu comentário lá no meu bloguinho e estarei aqui para saber tudinho sobre a sua conquista. Quanto a arte de abandonar...Confesso que aprendi a pouco tempo,doeu mas depois me fez um bem danado!!
    Tenha um lindo FDS
    bjão

    ResponderExcluir
  10. Olá minha querida! Sensacional o seu post, muito bom! Eu sou teimosa... então tento até o fim. Nunca na minha vida reclamo de q não tentei porque sempre vou ao limite das coisas e até o meu próprio limite. ;) E só abandono qq coisa em minha vida qdo já vi e revi todas as possibilidades de q para a minha felicidade é melhor mudar o percurso e experimentar novas possibilidades, assim abandonando o que estava estagnado. ;)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  11. Oi Sandra, adorei o post. Clarice dizia cada coisa ne? SOU FÃ DELA. bEIJOS

    ResponderExcluir
  12. Sobre isso, terei que continuar pensando com os meus botões ...
    http://odiariodeanabelajb.blogspot.com/

    ResponderExcluir