terça-feira, 29 de março de 2011

Quero fazer as pessoas rirem!!!

Por indicação do professor de violão, nosso querido Rubens (excelente músico, marido da minha grande amiga Silvia Barbosa e pai da Gabi e do Arthur), a Bebel trouxe para casa o DVD do Filme O Pequeno Nicolau.

E nossa programação de domingo foi assistir a esse filme tão agradável!


O filme é uma adaptação das histórias infantis de René Goscinny e Jean-Jacques Sempé.


René Goscinny criou o famoso personagem ASTERIX. Esse filme ficou 3 semanas no topo da bilheteria na França e repetiu esse sucesso no Brasil.


Não é o que se pode chamar de um filme infantil, pois muitos avós e avôs vão voltar no tempo, muitos pais vão relembrar valores, culturas, mobiliários, cabelos, de suas épocas de infância.


E os temas abordados a meu ver, são todos, bem atuais.


E os que não são, nos trazem(pelo menos a mim trouxe) saudades dos tempos de mais disciplina e educação nas escolas.


Eu me deliciei com o filme!


Bem feito, bem escrito, os atores são bons: O Pequeno Nicolau é um filme muito agradável!


Segue o que posso destacar do filme:


O filme começa um ambiente escolar com Nicolau e seus amigos precisando fazer uma redação sobre o que querem ser quando crescerem.


Aqui a abordagem da orientação profissional e a influência dos pais, de suas profissões e de seus anseios.


Nicolau não sabe o que quer ser.


Passamos então ao rigor de sala de aula, ao desempenho dos questionários orais, aos alunos preferidos e aos preteridos da professora, o momento da entrega dos boletins e a reação dos pais.


Os bons alunos, os diferentes estilos de aprendizagem, o aluno sonhador!


Vivências do grupo de amigos, das diferenças de brincadeiras entre Bolinhas e Luluzinhas, questões de relacionamentos familiares.


Engloba a chegada de um irmão na família de um amigo, e desponta o debate sobre o medo e a ameaça de perda de poder e atenção, do carinho dos pais, quando da chegada de um irmão.


Nesse ponto da trajetória do filme Nicolau, que levava uma vida tranquila com os pais e especialmente com a mãe, escuta uma conversa dos pais pela metade e deduz que a sua mãe está grávida novamente. Esse prejulgamento o coloca em posição de ameaça e de defesa em relação aos pais, e o enredo continua. Não vou contar todos os detalhes, para não perder a graça.


Outro ponto que me chamou a atenção no filme foi o relacionamento profissional do pai do Nicolau com seu chefe, submisso, e implorando por atenção, deferência e por um aumento de salário!


Essa necessidade de reconhecimento financeiro se devia principalmente pelas exigências de sua mulher(a mãe do Nicolau)!


Ele(o pai de Nicolau) resolve então convidar o chefe e sua esposa para um jantar em sua casa.


Para receber o casal em sua casa, a mãe do Nicolau, imaginou a esposa do patrão uma mulher extravagante, exuberante e preparou um jantar desprovido de naturalidade, teatralizando ser uma mulher que não era, para aparentar um requinte a altura da "patroa".


Na hora do jantar, uma surpresa.... vale assistir!


E aonde entra o :-Quero fazer as pessoas rirem e o irmãozinho?


Assista o filme!


Moral da história: Prejulgar, preocupar, precipitar pode levar a situações desnecessárias e indesejadas





11 comentários:

  1. Uma bela sugestão e bem leve para um domingo.
    Agradeço a indicação e esta anotado, Sandra.
    Vou ver junto com o meu amor que é excelente companhia para assistir-se um filme.
    Abraços,minha amiga.

    ResponderExcluir
  2. Oi sandra!! hum,fiquei curiosa agora,hehehe..boa sugestão!!! beijos,otima terça!!!
    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Esses filmes são excelentes para assistir em família e refletir sobre prioridades e humanismo. Excelente dica!
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir
  4. Oi sandra, obrigada pelo seu comentário lá no blog, com certeza lembrei de Campos do Jordão quando vi as polainas, lá ficaria puro luxo, acho que nem em SP faria esse frio todo, no RJ muito menos! heheh bjão

    ResponderExcluir
  5. Ah, vou assistir! Parece ser, sim, um bom filme.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  6. Poxa, estou em cólicas,rssss
    Oq será que aconteceu no jantar???
    Gosto muito de filmes, todos da bilheteria do cinema já nos conhece (eu e meu namorado), vou procurar esse filme para assistirmos no fim de semana, quando tiver filmes interessantes não esqueça de nos avisar ok?
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Que blog lindo, já estou te seguindo.
    Parabéns pelo sucesso.
    Espero ter a honra de sua visitinha
    www.catianecantero.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Que legal!! vou assistir este final de semana-uau!!

    ResponderExcluir
  9. Sandra esse filme é realmente memorável e adequado a um domingo em família! Nos divertimos muito assistindo e comendo a indispensável pipoca.
    Bjs
    Silvia Barbosa

    ResponderExcluir
  10. Hum, valeu a dica!
    Já está anotada!!!

    Beijinhos
    Ju

    ResponderExcluir